29/04/2010

(Maldito) tempo

O tempo não se arrasta.
E eu que tanto quero
Que passes a correr!
Para esquecer,
Relembrar com alegria.
Para poder viver.

Sem comentários:

Enviar um comentário

 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.